Dimensionamento das Saídas de Emergência

A largura das saídas deve ser dimensionada em função do número de pessoas que por elas deva transitar, observados os seguintes critérios:

  1. os acessos são dimensionados em função dos pavimentos que sirvam à população;
  2. as escadas, rampas e descargas são dimensionadas em função do pavimento de maior população, o qual determina as larguras mínimas para os lanços correspondentes aos demais pavimentos, considerando-se o sentido da saída.

A largura das saídas, isto é, dos acessos, escadas, descargas, é dada pela seguinte equação:

Saída de emergência

N = Número de unidades de passagem, arredondado para número inteiro imediatamente superior.

P = População, conforme coeficiente da Tabela 1 (Anexo “A”), e critérios das seções 5.3 e 5.4.1.1 da Instrução Técnica nº 11/2014 – Saídas de Emergência.

C = Capacidade da unidade de passagem conforme Tabela 1 (Anexo “A”) da Instrução Técnica nº 11/2014 – Saídas de Emergência.

Notas: 1. Unidade de passagem: largura mínima para a passagem de um fluxo de pessoas, fixada em 0,55 m;

  1. Capacidade de uma unidade de passagem: é o número de pessoas que passa por esta unidade em 1 minuto;
  2. A largura mínima da saída é calculada pela multiplicação do N pelo fator 0,55, resultando na quantidade, em metros, da largura mínima total das saídas.

No cálculo da largura das saídas, deve ser atendida a metragem total calculada na somatória das larguras, quando houver mais de uma saída, aceitando-se somente o que for múltiplo de 0,55 (1 UP).

As larguras mínimas das saídas de emergência para acessos, escadas, rampas ou descargas, devem ser de 1,2 m, para as ocupações em geral, ressalvando o disposto abaixo:

  1. 1,65 m, correspondente a 3 unidades de passagem de 55 cm, para as escadas, os acessos (corredores e passagens) e descarga, nas ocupações do Grupo H, divisão H-2 e H-3;
  2. 1,65 m, correspondente a 3 unidades de passagem de 55 cm, para as rampas, acessos (corredores e passagens) e descarga, nas ocupações do grupo H, divisão H-2;
  3. 2,2 m, correspondente a 4 unidades de passagem de 55 cm, para as rampas, acessos às rampas (corredores e passagens) e descarga das rampas, nas ocupações do grupo H, divisão H-3.

EXEMPLO DE CÁLCULO DE LARGURA MÍNIMA DAS SAÍDAS DE EMERGÊNCIA

No exemplo utilizamos uma edificação do grupo “F” conforme anexo A tabela 1 da IT-11.

F5 – 1 pessoa/m²

329m² = 329 pessoas no pavimento.

“C” para portas = 100

“C” para escadas = 75

Porta: terceiro pavimento (Unidade de passagem necessária no pavimento)

Largura mínima da porta de saída do pavimento:

Escada: terceiro pavimento (Unidade de passagem necessária no pavimento)

Largura mínima da escada de saída do pavimento:

Comments

comments